Como empreendedora é natural que um dos teus maiores objetivos seja fazer crescer o teu negócio. No entanto, este percurso nem sempre é especialmente simples ou rápido. Exige, além das competências certas, um determinado mindset que é importante que possuas. É completamente normal que, trabalhando por conta de outrem durante vários anos, existam coisas nas quais ainda não tenhas pensado e que possam estar a impedir o teu negócio de crescer. Se sentes que o teu negócio simplesmente não avança, este artigo é para ti.

 

5 coisas que estão a impedir o teu negócio de crescer

Não estás disposta a fazer investimentos

O investimento de criar um negócio online, hoje em dia, é completamente diferente de criar um negócio físico. Em tempos, abrir um negócio significava um investimento que gerava dívida e rondava os milhares de euros. Obriga a ter um espaço, mobilar o espaço, ter stock de produtos, etc. etc. Hoje em dia, abrir um negócio online tem um investimento irrisório e, mesmo assim, há quem não queira fazer este investimento.

Compreendo, é tentador utilizar plataformas gratuitas quando se está no início, no entanto, é importante perceber que isto significa que há coisas que podem não ficar perfeitamente funcionais se não existir investimento. Se te falta determinada competência e não queres adquirir um curso para não investir, o teu negócio não vai crescer. Se não queres criar um site e te vais ficar apenas pelas redes sociais “só porque é gratuito”, as tuas vendas não vão aumentar. Se não queres gastar dinheiro em publicidade, não vais atingir um novo público. Se não queres contratar ajuda num determinado ponto porque não queres mexer nos teus ganhos, vais limitar o número de tarefas que consegues fazer e nunca vais conseguir expandir. É importante perceber o que é realmente importante e onde vale a pena investir, especialmente se isto é benéfico para o teu negócio.

 

Tens medo de publicitar o teu trabalho ou a tua imagem

Este é um receio com o qual me cruzo com muitas frequência: pessoas que querem começar um negócio próprio, mas têm medo do que as outras pessoas vão pensar. Ou seja, até dão os primeiros passos, mas depois andam a divulgar o negócio a medo, a fazer tudo para que manter o anonimato de quem está por detrás daquele projeto e a tentar que o mesmo nunca chegue a pessoas conhecidas. Lamento dizê-lo, mas se te incluis nesta categoria, nunca vais conseguir fazer com que o teu negócio cresça.

É impossível divulgar um negócio a medo. Simplesmente, estás a impedir-te de chegar aos teus potenciais compradores e de criar uma relação de proximidade com eles. Conclusão: não vais vender. E o que é que vai acontecer se não venderes? Exato, vais acabar por desistir. A sério que queres mesmo ver os teus sonhos parados simplesmente pelo que as pessoas à tua volta vão dizer ou pensar? Ninguém vai pagar as tuas contas – só tu e a tua dedicação é que vão ditar os resultados do teu negócio, lembra-te disso!

 

Não estás a diferenciar-te da concorrência

Com a pandemia, os negócios online explodiram. O digital é cada vez a casa de mais projetos, o que significa que a concorrência não pára de aumentar. E, num meio cada vez mais saturado, é essencial que saibas comunicar aos teus potenciais clientes o que te distingue dos demais. Pensa no teu posicionamento, pensa na característica ou segmento de mercado em que queres atuar, de forma a distanciares-te da tua concorrência, e cria a tua comunicação para que isto seja perceptível para a tua audiência.

No meio de tantos negócios do mesmo género, se a tua proposta de valor não for diferente e valiosa para os teus potenciais clientes, nunca vais crescer. Vais acabar sempre perdida no meio dos “peixes graúdos” e ficar estancada no lugar em que estás. Afunilar a tua comunicação não significa perder clientes ao contrário do que possas pensar; significa saber como chegar aos clientes que realmente queres atrair.

 

Não estás a trabalhar o suficiente a relação com o teu cliente

Uma das formas mais fáceis de fazer o negócio crescer é através de clientes satisfeitos e engajados. Quanto mais envolvidos os teus clientes estiverem com a marca, maior é a probabilidade de falarem sobre o teu negócio a outra pessoa. Não há melhor validação do que ter alguém a recomendar-te ao seu círculo de amigos próximo, acredita em mim. Além disso, clientes satisfeitos voltam a comprar os teus produtos ou serviços. Vários estudos mostram com clareza que é muito mais fácil levar alguém que já é cliente a comprar de novo do que a convencer um potencial cliente a comprar, por isso faz todo o sentido que gastes os teus esforços nesta direção.

Ao invés de estares a tentar angariar novos clientes e alocar os teus esforços em chegar a mais pessoas, preocupa-te em trabalhares as relações que já tens com quem já é teu cliente. Trabalha um ótimo pós-venda, proporciona o melhor apoio ao cliente possível e cria estratégias que incentivem os teus clientes a partilhar os seus feedbacks e experiências.

 

não queres pedir ajuda quando as coisas não estão a correr bem

Sou extremamente apologista de tentarmos encontrar soluções por nós próprios – eu própria tenho esta postura. Aliás, nos dias que correm, é muito fácil tentares aprender mais sobre determinado assunto, no entanto é completamente normal que sejas incrível na tua área de negócio, mas não tenhas propriamente aptidões para gerir, saber comunicar ou até estruturar o teu negócio – e atenção, não há nada de errado nisto!

Pedir ajuda não te faz menos capaz! Antes pelo contrário: foste extremamente astuta em perceber que estás a alocar o teu tempo em algo que não está a dar frutos e que o melhor é recorrer a um especialista para que obtenhas os resultados que ambicionas, com o mesmo esforço. Enquanto empreendedora, é extremamente importante que sejas capaz de tomar este género de decisões. O teu tempo é limitado logo o ideal é que o utilizes de forma a conseguir resultados eficazes. Se não estás a chegar lá, este pode ser o momento ideal para contratares um especialistas o que podes fazer de diferente.

 

Já sabes: caso necessites de ajuda no posicionamento e comunicação do teu negócio online, podes por exemplo consultar a minha página de mentoria. Nas mentorias, utilizo toda a minha expertice para te ajudar a solucionar todos os constrangimentos e dificuldades que possas estar a sentir no teu negócio. Lembra-te: não tens de fazer o teu caminho sozinha. Estou aqui para te ajudar a conseguires os resultados que sempre sonhaste. Arriscas-te a fazer acontecer?

Mockup_17 ideias de produtos-íman (2)

Descobre o teu público-alvo

Teres um público-alvo bem definido é essencial para que consigas comunicar os teus produtos e serviços da melhor forma possível.  Neste workbook, vais encontrar exercícios práticos que te vão ajudar a perceber exatamente quem é o teu cliente ideal, para que finalmente possas vender tanto como sempre sonhaste!